Blog

Sob o guarda-sol

08/02/2019
Sob o guarda-sol
As festas de fim de ano já ficaram para trás, mas o verão ainda vai se estender por algumas boas semanas. E, nesses dias quentes, nada melhor do que procurar um espaço ao ar livre, se jogar debaixo de um guarda-sol e aproveitar a preguiça com uma leitura levinha. Os títulos da lista abaixo trazem histórias perfeitas para serem saboreadas entre um gole de chá gelado, um bate-papo com amigos e um mergulho no mar ou na piscina. Esperamos que gostem da nossa seleção!
 
 
132 crônicas: cascos & carícias e outros escritos, de Hilda Hilst
 
 
Parte da coleção Clássicos de Ouro, este volume guarda a reunião mais completa de crônicas da paulista Hilda Hilst, autora homenageada pela FLIP em 2018. Nesses textos ligeiros, a autora mistura comentários sobre o cotidiano, análises da vida no Brasil, versos de temáticas variadas, diálogos imaginários e reflexões sobre o ato de escrever.  Divertidos, provocativos, muitas vezes líricos e, acima de tudo, contundentes, eles foram publicados em sua maioria entre 1992 e 1995. No prefácio da obra, a cantora e compositora Zélia Duncan, grande fã de Hilda Hilst, afirma sobre o material: “São muitas questões complexas levantadas, ao lado de assuntos tantas vezes ordinários. (...) Mas o elemento mais transgressor de todos na cronista Hilda é o humor.”
 
 
Emma, de Jane Austen
 
 
 
Linda, esperta e um tanto pretensiosa, Emma é uma das personagens mais queridas da literatura inglesa. Feliz com sua independência, ela vive com o pai, um viúvo bastante resmungão, e rejeita veementemente a ideia de se casar. Mas, ainda que não pareça nada romântica, ela gasta boa parte de sua energia tentando atuar como cupido da pequena cidade onde vive. Nessa jornada cheia de surpresas, vai precisar lidar com seus erros de julgamento e reavaliar as próprias emoções. Publicado em 1815 por Jane Austen, uma das grandes autoras do século XIX, Emma é um romance cheio de humor, ironia e delicadeza, que tem encantado gerações de leitores mundo afora. A obra já teve diversas adaptações para o cinema, a mais famosa delas com Gwyneth Paltrow no papel principal.
 
 
Madonna: 60 anos, de Lucy O’Brien
 
 
Em 1982, aos 24 anos, Madonna botou o mundo inteiro para dançar ao som de “Everybody”, a canção que convidava as pessoas a sentirem o ritmo da música e deixarem os problemas fora da pista. As quase quatro décadas que se seguiram foram marcadas por enormes sucessos. Na biografia Madonna: 60 anos, a jornalista Lucy O’Brien conta em detalhes a história desse ícone da música, que cresceu em uma família católica de Detroit, perdeu a mãe aos 5 anos, era fã da literatura de Anne Sexton, Sylvia Plath e Virginia Woolf, estudou dança na Universidade de Michigan, amadureceu sua veia artística na cena efervescente da Nova York dos anos 1970 e se tornou uma das artistas mais influentes e bem-sucedidas de todos os tempos.
 
 
O harém das bananeiras, de Carlos Heitor Cony
 
 
Com uma obra que inclui romances, contos e crônicas e uma reconhecida carreira de jornalista, Carlos Heitor Cony é sem dúvida um dos grandes nomes da nossa literatura. Este livro reúne alguns dos textos mais leves, delicados e bem humorados do autor. Aqueles nos quais ele compartilha com o público o seu olhar aguçado sobre o mundo. Veiculados originalmente em jornais e revistas da década de 1990, esses escritos trazem à tona memórias de infância, cenas engraçadas do dia a dia na redação, observações sobre a experiência de se viver no Rio de Janeiro e reflexões perspicazes sobre os mais diversos temas.
 
 
O milagre da manhã com Deus, de Pe. Reginaldo Manzotti
 
 
Escrito pelo Pe. Reginaldo Manzotti, autor best-seller com mais de 4,7 milhões de livros vendidos no Brasil, O milagre da manhã com Deus tem o poder de acalmar corações, trazer paz para os dias mais conturbados e despertar a percepção para as pequenas alegrias da vida. Com 365 reflexões inspiradoras, uma para cada dia do ano, a obra convoca os leitores a construir sua jornada em diálogo constante com o Senhor. “Temos que buscar a luz, a claridade, mas temos também que estar preparados para momentos de trevas, de escuridão”, ressalta o autor neste livro que vai renovar no público a certeza de que verdadeiras mudanças podem acontecer quando nos aproximamos de Deus.  
 
 
Para as crianças
 
 
Mundo Bita: bom banho
 
 
Os personagens do Mundo Bita estão entre os preferidos das crianças de todo o Brasil. Alegres e engraçados, eles conquistaram a TV e a internet com clipes musicais que falam sobre amor, amizade, solidariedade, respeito ao meio ambiente e às diferenças. Neste pequeno livrinho, recheado de ilustrações muito coloridas, o querido Bita (líder da turma), a meiga Lila, o curioso Dan e o destemido Tito mostram que o momento do banho pode ser agradável e divertido, especialmente em dias de calor escaldante.
 
 
Viva: a vida é uma festa - o livro do filme
 
 
O jovem Miguel, de 12 anos, sonha em se tornar um músico famoso, mas sabe que nunca vai conseguir o apoio de sua família. Em um momento de rebeldia, sem entender muito bem como, ele vai parar no impressionante Mundo dos Mortos! Lá, enquanto tenta encontrar alguns de seus antepassados e descobrir uma maneira de voltar para o mundo real, Miguel vive uma série de aventuras fantásticas. Viva: A vida é uma festa, versão em livro do famoso filme homônimo da Disney, é uma homenagem às cores, flores, comidas, danças e ritmos da cultura mexicana.

Palavras-chave

Madonna
Jane Austen
Ficção
Pe. Reginaldo Manzotti
Carlos Heitor Cony
Mundo Bita
Viva: a vida é uma festa
Hilda Hilst
Lucy O’Brien