Noites do sertão - Edição comemorativa

MILLôR FERNANDES / JOãO GUIMARãES ROSA

Noites do sertão - Edição comemorativa
Impresso

Sobre o livro

As duas novelas que formam estas Noites do sertão têm como traço comum a sexualidade como força arrebatadora que se sobrepõe a convenções e preconceitos, e pode levar homens e mulheres tanto à plenitude do prazer quanto ao encontro de si mesmos. A primeira, “Dão-Lalalão”, é a estória de Soropita, vaqueiro valentão, responsável por várias mortes, que se apaixona totalmente pela faceirice sensual de Doralda, mulher que é “o estado de um perfume. Respirar que forma uma alegria”. Surupita a tira de um bordel de Montes Claros para fazer dela sua esposa, mas, apesar da felicidade que experimenta ao seu lado, se ressente ainda de que algum de seus companheiros a reconheçam. A segunda, “Buriti”, narra o envolvimento de quatro pessoas que vivem numa fazenda, num clima de extrema sensualidade que os vai envolvendo pouco a pouco e provoca as mais inesperadas aproximações.

Millôr Fernandes (autor)
Nome completo

Millôr Fernandes (autor)

Ana Terra (Ilustrador)
Nome completo

Ana Terra (Ilustrador)

João Guimarães Rosa (autor)
Nome completo

João Guimarães Rosa (autor)

Categorias

Outros

Assunto

  • Ficção

ISBN

  • 9788520926635

Páginas

  • 256

Idioma

  • Português

Tamanho

  • 15,5 x 23cm

Encadernação

  • Capa dura

Ano

  • 2016
Mar de histórias: No limiar do século XX
Antologia de histórias
Lúcia Machado de Almeida / Hernâni Donato / Viriato Corrêa / José Lins do Rego / Monteiro Lobato / Graciliano Ramos / Jorge de Lima / Elza Bebiano / Maria Clara Machado
O discurso do amor rasgado
William Shakespeare
Macunaíma
A hora e vez de Augusto Matraga
João Guimarães Rosa
O doente Molière
O recado do morro
João Guimarães Rosa
A vida gritando nos cantos
O médico e o monstro - Box Mestres do Terror
Novelas inacabadas: Os Watsons e Sanditon
Mar de histórias: Das origens ao fim da Idade Média
Mar de histórias: Do fim da Idade Média ao Romantismo
Mar de histórias: o Romantismo
Mar de histórias: do Romantismo ao Realismo
Mar de histórias: Tempo de crise
Meu destino é pecar
Não se pode amar e ser feliz ao mesmo tempo
O romance morreu
O buraco na parede
Amar, verbo intransitivo
<
>